Nemesis de Mark Millar e Steve McNiven – vol. 2

Nemesis de Mark Millar e Steve McNiven – vol. 2

Continuando a nova saga de Mark Millar, vamos falar de Nemesis #2. Se você quer saber mais detalhes sobre o primeiro projeto do pós Kick Ass escritor basta ver esse post aqui.

Vendo o primeiro número eu não me empolguei muito não. Infelizmente fiquei com aquela impressão de que o Millar começou a escrever o quadrinho já pensando em uma futura adaptação pra cinema, e isso não funciona. Aliás, vale a pena pensar nisso em relação a outros casos: já pararam pra pensar quantos escritores acabaram corrompidos pelos holofotes do cinema? Chega a ser assustador. Os meus escritores favoritos, em grande parte, acabam se acomodando na mesma fórmula de sempre porque é confortável.

Nemesis #2

No caso de Nemesis #2 acho que a entrega do ouro foi muito precoce. Uma das coisas que eu imaginava que seria a chave final de toda a história já é revelada pelo próprio vilão e é deduzida facilmente pelo seu alvo. A trama acaba se focando demais na ação e pouco no mistério. Na versão traduzida também acaba se perdendo um pouco das charadas que Nemesis faz em algumas cenas, mas não é isso o que incomoda mais.

Nemesis é uma HQ megalomaniaca, cheia de vontade de ser grande e de fazer coisas grandes demais. Isso não seria um problema se tudo fosse minuciosamente amarrado, mas a justificativa é simplista demais, pra não falar inexistente e a coisa toda acaba perdendo a mão. Nemesis seria uma ótima personagem pra explorar se isso fosse feito com mais calma. Ansiedade demais não funciona.

Podemos dizer que Nemesis é o caça níquel após Kick Ass, e só uma reviravolta vai fazer com que eu acompanhe até o fim.

Nemesis ainda não saiu no Brasil, mas você acha pela interwebs pra ler.

Comentários


7 thoughts on “Nemesis de Mark Millar e Steve McNiven – vol. 2”

  • Larissa, seu post diz tudo o q eu penso sobre o oportunismo do Millar (vc escreveu errado no título).

    Procurado já foi um filme ridículo, agora isso.

    É deprimente que alguns autores de quadrinhos estejam, com o perdão da expressão, cagando pros quadrinhos.

    O q eles querem msm é faturar alto com o cinema, aproveitando essa maré de "filmes de quadrinhos", cuja maioria, apesar da péssima qualidade, é altamente lucrativa.

    Podre.

  • principalmente as primeiras páginas né? tava muito claro que o Millar tava só querendo vender storyboard. uma cena de ação clichêzaça, que ficaria até legal em um filme de ação, mas numa hq comum foi só um gasto de páginas.

  • Lari,
    se recebeu algum comentário em alguma postagem sua hoje, esquece faz favor.
    Um amigo mandou vários comentarios daqui do meu pc, que tava logado, falando muita merda sobre quadrinhos e cinema.
    Portanto, se recebeu qualquer coisa a respeito, não aceita faz favor. HAHAHAHA

    E a respeito do post, não to acompanhando a série, mas curti o post.
    Se realmente ta ruim, tem que xingar mesmo. hehehe

    Curti.

    Guiga Hollweg

  • Kick Ass na verdade não é o ultimo projeto de Millar. Seu último roteiro foi Old Man Logan, 2008-2009. Kick Ass foi lançado em 2002, porém, só saiu encadernado, com versão de luxo agora juntamente com o filme da série.
    Mas sua edição é de 2002, na verdade, Millar está pensando em fazer a continuação da história, que já tem até nome pronto.
    Na época, Millar ainda estava engatinhando com a parceria com Steve McNiven, até porque quem desenhou Kick Ass foi Rommita Jr..

    Na verdade, não estou lendo Nemesis, mas sinceramente, confio em Mark Millar e McNiven, até porque considero as suas 2 obras conjuntas, simplesmente fantásticas, tanto Old Man Logan quanto a Civil War, que em minha opinião, é um dos 3 maiores acontecimentos da Marvel de todos os tempos.

    Se Millar está fazendo uma história um tanto previsível e com muita ação precoce, provavelmente essa mesmo é sua jogada, ele divulgou que pensava nisso há tempos,e que Nemesis seria seu maior e melhor projeto de todos tempos. Sinceramente, gostei de tudo que ele escreveu até agora. Tanto Kick Ass, 1985, Civil War, Old Man Logan…
    Talvez esteja errado, mas sou muito fã de Millar por sua genialidade e forma de condução de um enredo, tamanha habilidade que só ele tem.

    Acho mais interessante chegar ao final do projeto para aí sim, tirar as conclusões, até proque Millar já provou que sabe construir um roteiro incrível.

    Fora minha opinião reversa ao que tu postou, curti o blog. hehehe

  • Olá Larissa,

    Eu estou gostando de Nemesis. Millar propôs "E se o Batman fosse o Coringa" e está entregando a amálgama de forma espetacular. Quem dera certo projeto amálgama fosse feito nesse nível anos atrás…

    Não diria que o cara está fazendo a hq já com os lucros do futuro blockbuster em mente, mas sim que o estilo cinematográfico já fazia parte do Jeito Millar de ser. Mais do que o cinema subir á cabeça do Autor, ele já teria a estética de filmes de ação entranhada em sua obra.

    Nemesis ainda não me decepcionou. É bem mais "realista" e sóbria do que Wanted, onde em vez de um universo paralelo dominado por super vilões temos só um super vilão versus o mundo. Não vi o filme com a Angelina, mas a versão ordem secreta de assassinos é mais digerível pro público do cinema do que o a salada dos multiversos que já é lugar comum pra leitor de quadrinhos.

    Agora acho precipitado caracterizar Nemesis como simplista e caça níqueis com apenas dois volumes lançados. Caça níqueis foi Cavaleiro das trevas 2, zoeira total e sem noção.

    Mark Millar ainda não me decepcionou com suas obras e Nemesis não é excessão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *