Batman 70 Anos – Vol 1 de 4

Quadrinhos
batman 70 anos

Bom, eu sempre gostei mais da DC, afinal a identificação com as personagens do núcleo é tão imediata que chega a assustar.

Então é por isso que quando eu vi na banca, foi irresistível. Batman está comemorando 70 Anos, e como eu comecei a me aventurar nas coleções de HQ só agora, decidi comprar pra conhecer melhor a história do Morcegão. E que ótimo momento! Muitos materiais saindo pela Panini, e nada melhor do que essa coleção em 4 volumes. Soube que também saiu uma do Superman, mas dele eu não sou muito fã. Mas quem sabe eu não quebro essa barreira lendo um pouco mais né?

A arte da capa é do Alex Ross.

Neste primeiro volume temos as seguintes histórias:

Origens Secretas: Estrelando o Batman da Era de Ouro (1986)

Nesta história, como o próprio título diz, é revelado o passado de Batman: sua família, detalhes de sua vida que foram importantes na motivação de se tornar um herói, como foi a concepção da do Batman, seu primeiro amor, os conflitos de identidade e as falhas do começo de uma carreira de Herói. Mais básico, impossível. Muito adequado pra começar o ciclo desse especial.

Professor Hugo Strange e os monstros (1940)

Um história simples, mas que com certeza deve ter sido bem interessante na época que foi lançada. Tem aquele ar ingênuo típico de aventuras antigas, meio pastelão. É engraçado, tem uma veia meio humoristica. Batman luta contra monstros gigantes que invadem Gotham (que não tinha nada de sombria) que servem de distração pra assaltos de bancos. Um clássico de época, que hoje vemos como um clichê.

A carreira de Batman Jones (1957)

Essa é a história mais engraçada do volume. LOL. Batman salva uma família que estava dentro de um carro desgovernado. Um casal e um bebe. Por gratidão, o casal que estava voltando da maternidade com o bebe, batiza a criança com o nome do herói: Batman Jones. Com um nome desses, qualquer criança gostaria de ser o próprio Batman, e o garoto leva realmente a sério essa história. Muito LOL.

Prisioneiros de três mundos (1963)

Nesse arco com três capitulos acontece algo que eu não sabia que existia em no universo do morcegão. Ele, Robin, Batgirl e Batwoman lutam contra um alienígena que vem de outra dimensão atrás de prata na Terra para produzir armas. Uma dessas armas inclusive transportam eles para outras dimensões e cada dupla quem que resolver seus problemas com aliens, com o perigo de desaparecer, etc. Comparado com os dias de hoje, muita gente não entenderia uma aventura meio absurda assim, já que o núcleo do Batman é tratado com mais racionalidade (aliás, quase todos são assim depois de Watchmen, até os que são voltados pro mundo infantil, veja Os Íncríveis).

De quantas maneiras se pode matar Robin? (1972)

Uma das aventuras mais pastelonas selecionadas, sem dúvida. Mas mesmo assim não deixa de ter o apelo de proteção e irmão mais velho que o Batman sempre vai ter se tratando de Robin. A história é exatamente isso que o título diz: Batman entra em um jogo maldoso em que simulações da morte de Robin são feitas. E lógico que o morcego sempre fica desesperado atrás do seuqestrado.

O último Natal de Batman (1982)

É uma aventura mais próxima do que leitores mais novos como eu sabem sobre Batman. Cheia de conflitos com o passado, crises de identidade, questionamentos do que vale a pena ou não na vida de um super herói.

Batman descobre possíveis ligações de seu pai com um bandido de Gotham, e com a ajuda da Caçadora ele averigua se essas suspeitas são verdadeiras.

Essa história em especial é outra que me surpreendeu: nela é explicada que no Universo DC existem pelo menos duas Terras, cada uma em um plano vibracional distinto. Em cada uma dessas terras uma Liga de heróis trabalha paralelamente, e o que acontece em um mundo pode influenciar o outro diretamente.

Todos os inimigos contra mim! (1983)

Essa é uma das melhores histórias selecionadas, de longe! É tão especial assim pois é a 500ª aparição do Batman.

O nosso estimado Coringa resolve unir todos os vilões possíveis e imagináveis (e lógico que isso só pode acontecer depois do episódio do Arkham Asylum) pra traçar um plano para eliminar o Batman antes que o Crocodilo faça isso. Tem coisa melhor do que ver todos aqueles retardados juntos tramando o mal? Não, nessa edição não tem. Outra coisa que não tem preço é ver a Mulher Gato e Tália disputando a atenção do Bruce Wayne heheh. Além da participação de Robin, que é fundamental, e Batwoman.

Mas, o que eu gosto nessa história é que é uma trama mais elaborada do que as antigas. Existem detalhes perdidos que se unem durante a história, acho genial. E

Sobre ratos e homens (1996)

Eu adoro essa: é uma viagem ao passado, que mostra a relação que Wayne tem desde criança com o Alfred, e como o mordomo foi fundamental na criação do carater do homem que carregaria o fardo do Cavaleiro da Trevas.

Cidadão Wayne (2000)

É uma alusão clara ao filme Cidadão Kane. Não sei se gostei.

Considerações finais: é um volume divertido, ainda mais pra quem não tem o costume de colecionar HQs do Batman, mas mesmo assim eu acho que talvez algumas histórias poderiam ser melhor selecionadas.

Agora aguardo o próximo volume sair nas bancas, que terá o foco na Batcaverna! Estou ansiosa aguardando e certamente haverá um review meu por aqui.

Voltem sempre 😉

Comentários

One thought on “Batman 70 Anos – Vol 1 de 4

  1. Um amigo meu comprou uma dessas edições do Flash e outra do Lanterna Verde, quase não consigo terminar de ler…Apesar de ter uma ou outra historia legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *