Nivathe: Resenha do álbum “Enveloped in a Diseased Abyss”

Música
Enveloped in a Diseased Abyss

Olá a todos, tudo bem? Eu me chamo Lucas, e recebi o convite da Larissa para colaborar no seu blog. Basicamente irei escrever sobre bandas de vertentes extremas do Heavy Metal, como o Black e o Doom Metal (e projetos experimentais também). Espero que apreciem os textos!

– x –

Com certeza, você já deve ter simpatizado com uma banda ou um músico e começou a procurar tudo o que esta pessoa produziu, inclusive projetos paralelos, que nos podem (ou não) revelar surpresas gratificantes.

Partindo desta premissa, irei falar de um sujeito chamado Plague. Sim, não há qualquer menção ao seu verdadeiro nome, somente que ele é do estado de Texas/EUA. E a imagem abaixo, é a única:

128939_photo
Plague

O trabalho dele aparece em 2005 com um projeto de funeral doom metal chamado Senthil, juntamente com mais dois amigos, cuja sonoridade foi completamente influenciada pela demo tape “In an Excruciating Way Infested with Vermin and Violated by Executioners Who Practise Incendiarism and Desanctifying the Pious” da banda de torture/funeral doom metal Wormphlegm. Entretanto, eles realmente só chamaram a atenção dos fãs do estilo por causa da gravação dos vocais da primeira demo “Crypticorifislit”: Os integrantes se estrangulavam com correntes na gravação dos vocais, para dar um “realismo” a mais na proposta da banda. Você pode achar que ou é algo completamente ridículo ou algo que atrai a sua atenção. Fiquei com a segunda opção.

Senthil ainda chegou a lançar mais alguns materiais no decorrer dos anos, mas deixou de ser ativo. Enquanto isso, o Plague continuou produzindo, até que em 2008, ele criou um novo projeto com o nome de Nivathe.

128939_logo
Nivathe

Nivathe é um projeto solo do Plague (one-man project) de black/doom metal bastante original, ao ponto de ser difícil comparar com outras bandas de sonoridades similares. Em março de 2008, ele lançou duas músicas como demo (em fita cassete) limitada em apenas 50 cópias numeradas a mão, pelo selo português Bubonic Productions (desnecessário dizer que o mesmo se esgotou em pouquíssimo tempo).

Mas, em novembro de 2008, a Bubonic Productions, em conjunto com o selo também português Universal Tongue lançaram o álbum “Enveloped in a Diseased Abyss” do Nivathe, que contém quatro faixas (incluindo as duas que vieram da demo) de um decrépito e absurdamente claustrofóbico black/doom metal.

O álbum começa com a faixa Writhing, Collapsed Flesh com uma introdução atormentadora devido a uma espécie de ruídos, até aparecer a principal característica dos projetos do Plague: várias camadas de guitarras bem distorcidas e arrastadas e o uso de vocais agonizantes de diferentes tons usados ao mesmo tempo. Junte estas características e você perceberá a real intenção do Plague: simplesmente te empurrar para um abismo assustador de caos, desespero e morte. Isso ficará mais perceptível caso deseje ver as letras. Esta música possui um andamento lento que aos poucos vai ficar acelerado, até que novamente volta a ficar lento. Provavelmente já deve ter ficado hipnotizado pela sonoridade arrastada e agonizante da guitarra, tanto que nem perceberá que a faixa possui mais de 18 minutos de duração. Excelente início.

Logo em seguida, vem a faixa mais dinâmica do CD: Veins Of Death And Hunger, que já começa de cara com várias camadas de guitarras arrastadas e com os vocais agonizantes e desesperadores. O riff principal de guitarra desta faixa é completamente viciante e hipnótico. Lá pela metade da faixa, a música fica mais “calma” (ruídos sempre presentes) e logo em seguida nota-se a presença de guitarras sem distorção até que chega a parte mais “doentia” da música, devido principalmente aos vocais bem desumanos e o riffs de guitarra bem dissonantes que parecem expressar caos. É incrivelmente difícil acreditar que os vocais são de uma mesma pessoa.

Sem perder o ambiente causado pela faixa anterior, eis que aparece a instrumental Decay, que tem como introdução os ruídos e feedback, até entrar uma guitarra limpa com microfonia ao fundo. Desta forma, trazendo uma sensação de ansiedade e inquietação, uma introdução perfeita para… a faixa título do álbum, a Enveloped in a Diseased Abyss, que sem aviso, inicia com um grito agonizante do Plague e logo em seguida com os várias camadas de vocais doentios até chegar ao riff principal, extremamente arrastado e hipnótico. As guitarras lembram de certa forma os trabalhos do Deathspell Omega (bem lentos, obviamente). A música possui um andamento bem acelerado em relação as outras faixas, com destaque total para as guitarras completamente dissonantes e caóticas. No final da faixa, a música vai ficando cada vez mais desacelerada e arrastada até terminar.

Destaque do álbum vai para o trabalho dos múltiplos vocais, para as camadas de guitarra e principalmente para o ambiente que o Plague conseguiu manter o tempo todo no álbum. O baixo e a bateria não possuem grande destaque aqui, elas cumpriram bem o papel de ditar o andamento das faixas. O CD vem na tradicional capa plástica, mas com um slipcase bem simplificado. O encarte possui somente as letras e alguns desenhos difíceis de entender e uma imagem borrada de um homem agachado com velas em sua volta, talvez seja o Plague. O CD é limitado em apenas 500 cópias e provavelmente só deve encontrar lojas especializadas ou em leilões online. Isso se já não estiver esgotado.

O nome do álbum é completamente adequado para as quatro músicas que foram descritas acima. Se o objetivo do Plague era envolver o ouvinte em um abismo doentio de caos, desespero e morte, acredito que ele foi extremamente bem sucedido. É um álbum indicado somente para quem gosta de estilo, e definitivamente projetado pra lhe trazer desconforto e ansiedade.

Enveloped in a Diseased Abyss
Enveloped in a Diseased Abyss

Ficha
Banda: Nivathe
País: Estados Unidos
Website: http://www.myspace.com/nivathe
Album: Enveloped in a Diseased Abyss
Gênero: Black / Doom Metal
Ano: 2008
Integrante: Plague – Todos os Instrumentos e Vocais

Tracklist:
01.Writhing, Collapsed Flesh (18:14)
02.Veins of Death and Hunger (10:34)
03.Decay (04:28)
04.Enveloped in a Diseased Abyss (10:45)

Edições:

CD normal com slipcase limitado em 500 cópias
2008 – Bubonic Prod e Universal Tongue (BBD013 / UT 15)

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *