Ninja Assassino – Não vai ser a melhor resenha de um filme.

Ninja Assassino – Não vai ser a melhor resenha de um filme.

Então né, pra quem não sabe eu sou míope, cheguei a ver Avatar com dois óculos: o meu pra míopia e o do 3D, óbvio.

Aí a bonita esquece de levar o óculos justo pra ver Ninja Assassino, PARABÉNS pra mim. Você deve estar se perguntando o porque raios esse filme é tão necessário enxergar bem, mas pode deixar que eu explico.

Ninja Assassino é um filme que conta a história de um ninja rebelde, chamado Raizo, que trabalha por conta própria pois se desligou do clã que pertencia por não concordar com todas as condutas tomadas por eles.

O que mais impressiona é que havia muito tempo que não aparecia um lutador de artes marciais com um desempenho tão bom, comparável até com o mindinho do pé do Jet Li e Jackie Chan. Claro que o ator ainda é novato mas ele manda MUITO BEM em cenas super complexas de luta. E ele é um cantor de Korean Pop. REFLITAM.

E aqui entra o detalhe de que ser uma míope sem óculos pra assistir é uma merda: é um filme essencialmente escuro. Ninjas atuam melhor na escuridão, ou seja, a energia acaba o tempo todo e tudo se desenrola com uma velocidade incrível. Infelizmente perdi muitos detalhes porque eu só enxergava borrões. Vida de merda.

Por incrível que pareça um filme desses tem uma pitadinha de romantismo, mesmo que frustrado. É a chave do filme também, claro. Nada teria acontecido se não tivesse romance. Sem falar que a parte da disciplina e tudo mais me remeteu na hora Memórias de uma Gueixa e me fez temer o rigidez educacional dos japas. parece que em tudo eles são muito exigentes, ao extremo. Tenho um japones na minha Vida, to ferrada ahahah.

Mas uma coisa mais do que incontestável e divertida: os efeitos de sangue são tão exagerados que chega a ser trash. A lá Kill Bill. As vezes isso me preocupa um pouco porque o filme não foi feito pra ser trash, foi feito pra ser badass. Mas vale a interpretação de cada um nessa hora.

Mas é um filme de muita ação mesmo, fazia tempo que não via um filme com tantas cenas de luta empolgantes como esse. A cena da luta dentro da casa do clã pegando fogo ficou LINDA. Todas aquelas fagulhas e tal, deu um efeito visual bem interessante.

Enfim, um filme bom pra ver no cinema com bastante atenção e com óculos de grau.

Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *