As salas de Cinema no Brasil – um drama ou uma comédia?

Cinema
salas de cinema no brasil

Na última quarta feira saiu um artigo espetacular com o qual eu me identifiquei muito chamado Reclamações sobre ir ao cinemas no Brasil

Eu venho frequentando os cinemas em modo *berserk* mesmo desde que comecei a namorar, programa bom demais pra fazer em casal. No mínimo umas duas vezes por mês. Porém, mesmo se eu levasse um pé na bunda iria no cinema sozinha, ou marcaria com os amigos. Sou daquelas que rói as unhas quando tem um lançamento bacana e faço tudo pra ver o mais rápido possível.

Aqui na região que moro tenho acesso ao Playarte e ao Cinemark principalmente (nos shoppings da região). Durante bons anos eu não tive problemas nas salas durante as exibições, mas ultimamente a coisa toda andou piorando de um jeito assustador.

Imaginem que eu no final de semana de estréia de Avatar tive que encarar uma sala sem ar condicionado, o que causou muitas desistências por estava MUITO calor no dia e até rendeu um pedido de desculpas presencial da gerente.Na mesma sessão, além disso, o filme sumiu da tela durante um minuto (naquela hora que o Jake Sully vê o seu Avatar encubado pela primeira vez). Quem disse que voltou? Manunca, né gente?

Outra coisa que anda me irritando bastante é a falta de educação exagerada dos frequentadores dos cinemas. CARA, é inacreditável. Fui ver 2012 e tinha uma mãe com um BEBE NO COLO. Alô, amigo? Como assim? Levar um recem nascido no cinema? A criança, coitada, se assustou muito com todo o barulho das explosões do filme, com os gritos e claro que começou a chorar. Você tinha imaginado uma cena dessa antriormente? Dúvido. Imagina a cara de quem estava na sala. Sem falar nas coisas clássicas que estão ficando cada vez mais comuns: falar no celular, conversas paralelas totalmente alheias ao filme, gente tirando sarro e rindo entre si de coisas que não foram feitas para dar risada por pura ignorância (como em Avatar tinha um bando de dasafortunados na mesma fileira que eu estava rindo da parte que os Na’Vi estão reunindo fazendo preces em torno da Árvore Sagrada)

Eu sinceramente ando com medo, mas feliz por outro lado. As salas de cinemas estão mais cheia ultimamente, e isso atrai muita gente. Existem questões mais complexas como o as meias entradas e cotas de filmes nacionais nas salas de exibição, mas não vou entrar no mérito porque não tenho conhecimento no assunto, sou só frequentadora e nem meia entrada mais eu tenho 🙁

Então, esse é meu post resposta a esse artigo. Valeu o @jrdib que me deu um toque sobre 😉

Comentários

3 thoughts on “As salas de Cinema no Brasil – um drama ou uma comédia?

  1. Concordo com você, tambem havia lido o post no ambrosia e achei muito pertinente.

    Já passei por várias ciladas em cinemas, principalmente em estreias, o que eu tenho feito, para evitar isso e deixar de assistir filmes na estreia, deixo para ir um pouco depois do hype, tem funcionado, Avatar mesmo eu ainda não vi, e só vou assistir semana que vem, vou fazer o mesmo com Sherlock Holmes.

    Infelizmente foi a maneira que eu encontrei para evitar esse tipo de desrespeito e desconforto.

  2. Eu faço o mesmo que o Leonardo disse, deixo para ir uma semana depois da estréia ou até mais, sempre tenho a sorte do cinema estar mais vazio, mas em Avatar eu sofri …foram semanas depois da estréia, o cinema estava lotado, e claro tinha uma criança do meu lado perguntando "MAS PORQUE" toda hora. A falta de respeito das pessoas no cinema tem aumentado, mas acho que isso vai ser impossível de controlar. E falando em ir ao cinema sozinha, é assim que eu faço sempre, e ainda assumo que prefiro assim.

  3. Eu raramente vejo filmes na estréia, só se eu realmente tiver esperando há um bom tempo por ele. Caso contrário vou semanas depois. Mas isso pra não pegar lotado mesmo, porque eu particularmente não vejo muitos desrrespeitos nem nada do tipo no shopping que frequento. Ruim é que é o "Arcoíris" e as salas são super pequenas, assim como as telas e também não tem salas 3D então é meio desmotivador frequentar o shopping da minha cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *