Tatuagem e preconceito

Diário

Bom dia 🙂 Welcome back a minha zona de blog que eu ainda não tive coragem de arrumar. AHAHA.

Desde ontem eu estou pensando em um post pra fazer aqui por causa de n conversas que tive esses dias com várias pessoas. Ouvi várias histórias que me deixaram indignada e quero compartilhar isso com vocês.

Muitas pessoas tem tatuagem hoje em dia. Muita gente gosta, e cada dia que passa esse tipo de bodyart tá perdendo o preconceito, principalmente das novas gerações. Mas ainda existem absurdos inadmissíveis. Olha só o que minha prima me contou ontem:

Todo mundo que faz concurso público passa por uma bateria de exames médicos para constatar que tem ainda algum resto de vida pra dedicar a vaga conquistada. E não foi diferente com a minha prima. Ela foi cumprir a suas obrigações e fazer os exames que pediram. Ao sair da consulta com o clínico geral, ela se deparou com uma situação no mínimo inusitada: uma moça protestando indignada. O motivo do protesto? As palavras do médico.

Como todo mundo sabe, existem pessoas legais e pessoas imbecis. E o que te torna legal ou imbecil é a forma e/ou a entonação que você emprega nas suas palavras na hora de falar. Advinhem o que o médico escolheu:

– Por mim você não está aprovada para a vaga.
– Por que? – pergunta a avaliada sem entender nada.
– Porque você precisa de um nutricionista. Você está gorda. E só pelo fato de você ter uma tatuagem já é o suficiente pra eu não aprovar você pra vaga.
– Q

Com certeza, a moça está puta enquanto eu escrevo esse texto. Afinal de contas, o médico alegou que gente gorda e tatuada não é qualificada pra vaga. Se não pudesse, porque não colocaram na merda do regulamento do concurso público? Provavelmente porque isso tudo é resultado da imbecilidade do médico.

Esta aí mais um exemplo de preconceito a tatuados (não só a eles, mas a gordos também). O que será que as pessoas não entendem? Tatuagem muda o caráter de alguém? Muda produtividade?

Tatuagem é arte na pele! Não é coisa de cadeeiro como eu já fui obrigada a ouvir, não surgiu nas cadeias. Tatuagem de cadeeiro é coisa mal feita, tosca. A verdadeira tatuagem é um processo de arte, de eternização de um conceito, de uma ideia, de um sentimento. É uma fotografia da alma riscada na pele.

Me poupem de hipocrisia. Enquanto tem gente fazendo arte na pele, os que apontam o dedo inquirindo essas pessoas com seu puritanismo tem máculas muito maiores, que os deixam incapazes de perpetuar na pele qualquer sentimento.

Eu só tenho pena e torço pela evolução mental do ser humano através das gerações. Juro.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *